Translate

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Acaba?

Rima.
Ou pelo menos revira nas palavras essas sensações que já trouxeram paz.
Rima que seu sorriso não combina com raiva, alimente-as ou não.
Rima que o primeiro te amo e o primeiro te odeio se transformam.
Você já é tela, tinta e poeta.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Rex é um bom nome.







Correndo por entre as árvores
Pisando em poças e poças d'água, 
Subindo montanhas e descendo encostas.

Tudo me assalta, tudo me abstrái, tudo me envolve.
Cada lembrança passa, corre e vai.
Quatro patas, vento leste
Atravessando continentes pra te deixar dormir tranquila.
Ficando acordado a noite toda.
Alerta.

Já vimos tanto...

Saio da toca com passos se aproximando
Os reconheço,
Você não.

Foi escolhido assim. 
Toda história que atravessa 
o espaço e o tempo 
tem seus imprevistos 
e vontades próprias.

Eu vou, 
mas volto
quando precisar.

Te levo dentro e sei que você também me leva em algum lugar.
Um reconhecimento, um sentimento bom se a gente voltar a se encontrar...

terça-feira, 19 de março de 2013

Falta apertadinha...



Cansada e vazia para discussões, a saudade vem primeiro suave e logo se transforma em turbilhão.
Sua casa ainda é um lugar difícil, cheio de lembranças que ainda não consigo processar.
Tudo é passageiro, uma hora esse incômodo passa e eu consiga pensar em você só com aquela saudade gostosa de sentir, por que alguém foi/é especial na vida...
Mas hoje...
Queria poder sentar do seu lado hoje, mãe, contar todos os casos do dia, rir de alguma bobagem (sua ou minha, tanto faz), dividir o caos que tem sido tudo.
Trabalhos, estudos, afetos...
Caótico mas tem valido a pena.
A casa vai tomando forma aos poucos...
O trabalho vem e vai, como o dinheiro.
Os afetos me ensinam muito, mesmo que demore um pouco para entender o que de fato ensinam...
As coisas que você me deu vão adquirindo novos sentidos, novas energias. Mas não substituem.
Queria poder te chamar pra ir lá em casa depois de arrumada, tomar um café, costurar qualquer coisa, não sei... 
Sinto saudades.