segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Rex é um bom nome.







Correndo por entre as árvores
Pisando em poças e poças d'água, 
Subindo montanhas e descendo encostas.

Tudo me assalta, tudo me abstrái, tudo me envolve.
Cada lembrança passa, corre e vai.
Quatro patas, vento leste
Atravessando continentes pra te deixar dormir tranquila.
Ficando acordado a noite toda.
Alerta.

Já vimos tanto...

Saio da toca com passos se aproximando
Os reconheço,
Você não.

Foi escolhido assim. 
Toda história que atravessa 
o espaço e o tempo 
tem seus imprevistos 
e vontades próprias.

Eu vou, 
mas volto
quando precisar.

Te levo dentro e sei que você também me leva em algum lugar.
Um reconhecimento, um sentimento bom se a gente voltar a se encontrar...